Doenças do Couro Cabeludo

EFLÚVIO TELÓGENO

O eflúvio telógeno é considerado uma das principais causas da queda de cabelo em homens e mulheres. Trata-se de uma desregulação do ciclo capilar, em que fatores pontuais causam o desprendimento maior dos fios durante fase telógena, levando a uma troca capilar aumentada.
Algumas causas que favorecem o eflúvio telógeno são alterações bruscas no metabolismo,  

quadros de grande estresse, dietas muito restritivas, perda de peso rápida, doenças agudas, anemias, cirurgias, anestesia, medicamentos e alterações de tireóide, além da fase de puerpério (pós-parto).

Como tratar?

Geralmente, a perda dos fios é transitória e os cabelos que caem são repostos quando o ciclo se normaliza.  É muito importante uma consulta detalhada com o dermatologista, a fim de avaliar com precisão os agentes causadores do eflúvio. Alguns tratamentos em consultório podem ajudar a acelerar o processo de recuperação capilar, como o MMP, microagulhamento e a aplicação do LED capilar.

  • Aging Hair (Envelhecimento do Cabelo) 

O cabelo é uma ferramenta de beleza pessoal e da auto-expressão. É mais maleável que a pele e é mais pessoal que a roupa.

O cabelo não permanece constante com a idade. Após os 30 anos de idade, há uma mudança gradual em muitos aspectos do cabelo. Progressivamente, vão sendo observados: afinamento e enfraquecimento dos fios, redução da densidade de cabelo no couro cabeludo (“fica mais ralo”) e perda da pigmentação (“fica branco). Essas mudanças não ocorrem na mesma velocidade e intensidade em todas as pessoas e podem produzir um impacto psicológico significativo. 

Os processos térmicos (como secagem com chapinhas e secadores), alisamentos (“escovas progressivas”), permanentes, colorações e descolorações podem exacerbar as alterações do aging hair, deixando as fibras ainda mais frágeis. 

Além disso, em muitos homens e mulheres, além do envelhecimento ‘normal’ do cabelo, podem ocorrer associações de certos tipos de alopécia. 

O diagnóstico do aging hair é feito pelo dermatologista, após a consulta tricológica e a tricoscopia. O tratamento pode ser feito com  cosméticos capilares e medicamentos tópicos além de associações de técnicas de MMP e microagulhamento. 

 

 

contato

Marque sua consulta
ou entre em contato