CICATRIZES (DE ACNE, TRAUMÁTICA, CIRÚRGICA)

As cicatrizes na pele podem ser decorrentes de cirurgias, traumas, acidentes ou de doenças cutâneas, como a Acne, a Rosácea e Catapora. Geralmente, essas lesões que se formam no tecido cutâneo devido  podem ser classificadas em:

-> Cicatrizes hipertróficas, quando nosso corpo produz colágeno em quantidades anormais e de um jeito desorganizado, fazendo com que a cicatriz tenha textura mais elevada em relação à pele ao redor;

-> Cicatrizes atróficas: surgem devido à perda de estruturas que dão apoio e firmeza à pele, como músculo e gordura, criando um aspecto de depressão ou “buraco” no relevo da pele.; 

-> Quelóides: lesões que crescem além dos limites iniciais do corte. Este crescimento anormal e desregulado deve-se ao fato de o corpo não parar de produzir colágeno novo. 

As cicatrizes, sejam elas cirúrgicas ou decorrentes de doenças cutâneas como a Acne, podem ser motivo de imenso desconforto psicológico e por isso deve ser tratadas. 

Como tratar? O tratamento das cicatrizes na pele requer persistência, conhecimento e paciência. No caso das cicatrizes de acne, uma mesma pessoa pode ter mais de um tipo de cicatriz. 

Por isso, geralmente é necessário uma combinação de técnicas de tratamento para um bom resultado.  Graças à evolução da cirurgia dermatológica e das novas tecnologias, o tratamento das cicatrizes atualmente pode render excelentes resultados. Podem ser feitos peelings químicos, microdermoabrasão (peeling físicos), Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas, laser fracionado, laser ablativo, laser não-ablativo, preenchimento e cirurgias dermatológicas como dermoabrasão, excisão e sutura, dentre outros. É importante ressaltar que a avaliação médica individualizada é fundamental para saber qual o melhor tratamento em cada caso.

 

contato

Marque sua consulta
ou entre em contato